<< Anterior
JONATHAN SOZA CORREIA
Data do Falecimento: 29/04/2014
Mais Informações:

JONATHAN SOZA CORREIA faleceu em 29 de abril de 2014, às 14:50 horas, no Hospital São José de Criciúma, SC, aos 25 anos.  Estava internado desde quinta-feira, dia 24,  devido a um acidente de trânsito na BR 101, nas proximidades de Sombrio. Velório na Igreja Assembleia de Deus, no bairro Nova Brasília. Culto fúnebre  dia 30.04.2014, às 15:00 horas, logo após sepultamento no Cemitério Municipal de Sombrio, SC. 
Informações e atendimento da Funerária Santa Catarina, fone (48) 3533-1903.
_____________________________________________________________________________________________________________

 

Jovem morre após acidente e coma

 

O jovem Jonathan Soza Correia, de 25 anos, teve seus sonhos interrompidos e deixou nos familiares a marca de uma tragédia ao morrer no Hospital São José, de Criciúma, na madrugada da última terça-feira, depois de permanecer cinco dias em coma devido a um acidente de trânsito sofrido na semana anterior. Garçom em dois estabelecimentos de Sombrio, o rapaz sonhava em completar seus estudos e se tornar advogado.Irmão de três mulheres e dois homens, de dois relacionamentos do pai, Jonathan foi definido por familiares como responsável, organizado, exigente, muito educado e bem quisto por todos. Trabalhador, atuava como garçom em um restaurante durante o dia e em uma pizzaria à noite, correndo atrás da meta de dar sequência aos estudos e quem sabe um dia se formar em Direito e se tornar advogado. "Ele gostava de suas coisas sempre muito arrumadas, as roupas e sapatos impecáveis, era organizado e muito educado", adjetivou Marli Aparecida de Medeiros ao Correio do Sul na tarde de ontem. Atual esposa do  pai de Jonathan, ela era considerada uma segunda mãe para ele e o tinha como filho.
 
Tragédia na manhã 
 
Foi quando se dirigia a um dos trabalhos que Jonathan sofreu o trágico acidente de trânsito que o colocou em coma por quase uma semana. A bordo de sua bicicleta, por volta das 11h40min de quinta-feira, 24 de abril, o rapaz atravessava as pistas duplicadas da BR101 próximo ao acesso ao bairro Januária, em Sombrio, quando foi atropelado. No interior do veículo que o atingiu estava o condutor e a esposa grávida, que se dirigiam a uma consulta em Araranguá. Rapidamente atendidos por Corpo de Bombeiros de Sombrio e Samu, tanto Jonathan quanto a ocupante do automóvel foram conduzidos ao Hospital Dom Joaquim, onde o rapaz recebeu os primeiros atendidos e foi encaminhado ao Hospital Regional de Araranguá. Lá, após a realização de exames e verificado que não houve qualquer fratura, mas que havia a presença de um coágulo no cérebro, ele foi reencaminhado ao Hospital São José. "Os médicos drenaram o coágulo e informaram à família que tudo dependeria da reação do corpo dele", conta a madrasta.Em coma por cinco dias, Jonathan apresentou falência gradativa dos órgãos, que o levaram a morte, anunciada à família na madrugada de terça-feira. "Vai deixar uma saudade imensa à toda sua família e amigos", comentou o irmão Diego Correia.Com grande apoio e acompanhamento dos responsáveis pela igreja que Jonathan frequentava, os familiares realizaram seu velório e sepultamento na quarta-feira, 30, no cemitério municipal de Sombrio, com serviços da Funerária Santa Catarina.
(Fonte: Jornal Correio do Sul, de 02.05.2014)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

>